Banner da página principal

A Empresa

A Companhia Caminho Aéreo Pão de Açúcar, empresa privada com capital 100% nacional, foi fundada em 1909, pelo engenheiro brasileiro Augusto Ferreira Ramos e um grupo de amigos, com um capital inicial de 360 contos de réis.

De 1909 a 1934, Augusto Ramos dirigiu a empresa. Em 1934, Carlos Pinto Monteiro, industrial e banqueiro assumiu a administração da Companhia Caminho Aéreo Pão de Açúcar, dirigindo-a durante 28 anos.

Em 1962, o engenheiro Cristóvão Leite de Castro assumiu a direção da Companhia, da qual foi Diretor-Presidente até 1999.
Em 1993, sua filha, Maria Ercília Leite de Castro, arquiteta, assumiu a Diretoria Geral da empresa, cargo que ocupou até Outubro de 2014.

A missão da Companhia Caminho Aéreo Pão de Açúcar é transportar turistas e visitantes para um mundo de encantamento, com segurança e conforto, investindo constantemente em inovações para gerar experiências felizes e inesquecíveis, valorizando a cultura brasileira.

 

Estrutura

Sempre atenta a oferecer ao turista um serviço de excelência, a Companhia Caminho Aéreo Pão de Açúcar planeja investir, com recursos próprios, ainda mais na modernização do complexo turístico. Nos últimos 5 anos mais de R$ 25 milhões foram investidos em melhorias nos morros Urca e Pão de Açúcar.

O projeto Plano Inclinado, por exemplo, que prevê a instalação das plataformas de acesso para portadores de necessidades especiais, está em fase de implantação e já foram investidos cerca de R$ 800 mil reais. Além do investimento para esse projeto mais R$300 mil foram investidos na substituição dos elevadores para deficientes físicos.

Outra melhoria foi o desenvolvimento das instalações a cabo no ponto turístico. Para o transporte de água, esgoto, energia elétrica, entre outros, foram investidos R$5 milhões de reais. A previsão de retorno do projeto proposto é de 3 anos.

Em 2008 e 2009, novas cabines com um design moderno, sistema de ventilação e vidros fumê anti-reflexo e novo sistema digital de comando e potência foram instalados em substituição aos analógicos anteriores que funcionaram durante 36 anos. Foram investidos para essa obra, um total de R$18 milhões de reais.

Além de empregar um grande volume de recursos na melhoria do complexo turístico, a empresa vem investindo constantemente na qualificação de seu corpo de funcionários altamente especializado e treinado periodicamente pela diretoria técnica. E se orgulha do fato do bondinho já ter transportado com total segurança cerca de 40 milhões de visitantes, com um sistema operacional considerado modelo em todo o mundo.

Ingressos Online

Serviços do Parque

Ver todos

Digite o seu e-mail e receba novidades semanas